México volta a ter livre-comércio de automóveis com o Brasil

O governo do México anunciou nesta terça-feira que o livre-comércio de automóveis com o Brasil será retomado, ao entrar em vigor um acordo elimina as cotas de importação que tinha sido pactuado os dois países.

“Em relação ao Brasil, o livre-comércio em carros leves entrará em vigor a partir de 19 de março de 2019”, disse em comunicado a Secretaria da Economia do México.

O comércio de automóveis entre os dois países é regido pelo Acordo de Complementação Econômica Número 55 (ACE), um pacto comercial que entrou em vigor em 2003 e que foi eliminando tarifas no setor automotivo até chegar ao livre-comércio.

Contudo, Brasil e posteriormente Argentina pediram em 2012 para estabelecer cotas para a exportação de automóveis do México – isto é, uma quantidade limitada de carros poderia ser enviada -, diante de um aumento das exportações mexicanas.

Os três países acordaram estabelecer essas cotas e voltar ao livre-comércio em 2015, medida que mais tarde foi adiada até março deste ano.

O México disse que acordou com a Argentina ampliar as cotas de exportação nos próximos três anos, para depois chegar ao livre-comércio de veículos.

“Uma vez concluído este período de transição, o livre-comércio de carros entrará em vigor”, acrescentou a Secretaria de Economia.

O governo mexicano disse que o comércio bilateral no setor automotivo com a Argentina alcançou 817 milhões de dólares em 2018 e 4,68 bilhões de dólares com o Brasil.

O México é um dos maiores exportadores de automóveis do mundo, com 80% da produção destinada aos Estados Unidos, seu maior parceiro comercial.

Fonte: Jornal do Brasil

Os 10 carros que mais desvalorizam no Brasil

O AutoPapo divulgou, há pouco tempo, quais foram os carros com maior valor de revenda em 2018. O índice, calculado pela agência Auto Informe, considera a cotação da KBB, da Molicar, de sites de revenda e classificados de automóveis. Agora, divulgamos os 10 carros que mais desvalorizam em um ano.

Foram 24 marcas e 110 modelos analisados neste ano. Entre os 110 modelos em questão, apenas 10 perderam mais que 15% do valor em 12 meses

Confira os 10 carros que mais desvalorizam no Brasil

Ranking/Modelo/Índice

1 – Volvo XC90 – 18,6%
2 – Fiat Weekend – 18,6%
3 – Lexus CT200H – 16,4%
4 – Volkswagen Passat – 16,3%
5 – Volkswagen SpaceFox – 15,8%
6 – BMW X5 – 15,8%
7 – Audi A3 – 15,8%
8 – Nissan Frontier – 15,7%
9 – Mercedes-Benz Classe E – 15,6%
10 – Hyundai Elantra – 15,5%

A grande maioria dos modelos integrantes da lista dos carros que mais desvalorizam são importados. Dois deles vêm da Argentina, Volkswagen SpaceFox e Nissan Frontier. Apenas a Fiat Weekend é brasileira. Vale ressaltar, no entanto, que a Weekend e o SpaceFox são modelos antigos que perderam participação de mercado e estão próximos de serem retirados de linha.

A desvalorização depende de vários fatores: da marca, da imagem junto ao consumidor, do tamanho do carro, da estrutura da rede de revendedores, do cuidado que a fabricante tem em relação ao pós-venda, da origem, do volume disponível no mercado de usados, da sua liquidez, enfim, em última instância, da aceitação do modelo no mercado.

Como é calculado o índice de desvalorização

A certificação pesquisa o preço praticado do carro zero km e o compara com o valor desse mesmo carro doze meses depois, portanto com um ano de uso.

Foram considerados, no estudo, os preços praticados no mercado de carro zero em agosto de 2017 e não os valores de tabela. O levantamento da Auto Informe considera as diversidades ocorridas no mercado na época da cotação – como a disponibilidade do produto, os bônus concedidos pelas fábricas e repassados ao consumidor, entre outros fatores – eliminando eventuais distorções de preços provocadas por essas ações.

Além dos rankings carros que mais desvalorizam e que menos desvalorizam, o AutoPapo noticiou os modelos mais baratos para consertar. A pesquisa foi realizada pelo Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi) e contempla um dos modelos com maior perda de valor, o SpaceFox.

Fonte: Autopapo