Placa de carro: porque ela deveria ser do proprietário, não do automóvel

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Comparando com alguns países do primeiro mundo, o sistema de placa de carro no Brasil está bem atrasado. Entenda o porquê:

Já rodam no Brasil mais de um milhão de automóveis com as novas placas padrão Mercosul. E, elas ainda despertam controvérsias que nem deveriam existir, pois o padrão que o Brasil deveria seguir é o de alguns países do primeiro mundo, onde a placa não identificam o automóvel, mas sim, o proprietário.

E por um motivo muito simples: quem comete uma infração não é carro, mas o seu dono ou o motorista. Mas, esta é mais uma das aberrações brasileiras, pois quando você vende o seu automóvel para um terceiro, ele é que será punido e vai enfrentar a infração que você cometeu!

No padrão do primeiro mundo a placa é sua. Quando você vende o automóvel, ela é retirada e você a coloca no seu próximo automóvel. Mas, isso é coisa de país civilizado.

Fonte: Autopapo

Gostou? Deixe seu comentário