Carros clássicos são lixo?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Os carros modernos são mais rápidos, tem melhor manuseio, são mais confiáveis e mais confortáveis

Na maioria dos casos, carros clássicos são lixo. Como James May disse uma vez, se eles fossem bons, ainda seriam feitos.

Os carros modernos também são mais rápidos, melhor manuseio, mais confiáveis, mais confortáveis, mais limpos, mais seguros, mais econômicos e, principalmente, mais baratos de comprar. Basicamente, eles são melhores em quase todos os aspectos. No entanto, apesar disso, o carro clássico claramente inferior não só ainda existe, mas está positivamente prosperando nos dias de hoje. Por quê?

Automóveis,Motores

Os carros clássicos são como um bom vinho – só melhoram com o tempo. Seja seu estilo extraordinário, história fascinante ou simplesmente sua natureza autêntica – eles certamente encontraram seu lugar no mundo, bem como no coração de muitos verdadeiros entusiastas de carros antigos.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

Não existe uma resposta simples para isso, mas uma combinação de fatores que desempenham um papel.

Primeiro, há o design do próprio carro. Os carros clássicos foram criados muito em um mundo analógico, onde os designers usavam papel e lápis para criar formas elegantes e linhas fluidas que não seriam possíveis no software de design baseado em computador usado pelos designers de carros modernos.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

Veja a asa dianteira de um Jaguar XK120 ou o perfil de uma Ferrari 250 GTO, por exemplo.

Esses designs são bonitos em todos os aspectos, mas são formas que nenhum designer moderno criaria hoje em dia – muitas vezes, a maneira como a estrutura de metal embaixo da carroceria usada durante a fase de protótipo (e até os “dólares” usados ​​para modelar a carroceria) teriam influência direta no formulário do carro.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

Esses projetos pertencem a uma era anterior – uma era em que muitas pessoas olham com carinho, onde os designers não se sobrecarregam com restrições, como testes de colisão ou coeficientes aerodinâmicos de arrasto, e criam formas que refletem o humor e as tendências da época.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

As técnicas de produção também removeram grande parte do personalidade dos carros novos.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

A produção de carros clássicos, por outro lado, foi em grande parte um processo manual realizado por artesãos usando ferramentas simples, complementadas por décadas de experiência para criar painéis à mão e a olho nu. Os resultados disso são criações que resistiram às dificuldades do uso diário e resistiram à passagem do tempo.

Nem todos são assim, é claro. Alguns foram muito mal projetados e construídos com muito menos cuidado, mas é isso que separa os carros clássicos dos carros que são apenas velhos.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

Mecanicamente, eles são bem diferentes também. Os motores de carros modernos são efetivamente uma unidade selada, composta por componentes que são praticamente inservíveis para as pessoas comuns.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

Todos esses sistemas foram projetados para melhorar a eficiência e a segurança, mas, em algum nível, eles geralmente roubam a sensação e o caráter do carro.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

Máquinas mais antigas, ao contrário, são o negócio real. São sistemas mecânicos delicadamente equilibrados, que compreendem centenas ou milhares de peças individuais, todos ajustados para trabalhar juntos em harmonia.

O driver é uma extensão direta da máquina, fornecendo entradas e recebendo feedback direto e não filtrado através dos controles, resultando em uma experiência autêntica que não é possível com o equivalente moderno.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

Simplesmente falando, a maioria dos componentes é controlada por um cérebro eletrônico central, que recebe informações do motorista e as filtra por meio de sistemas como o sistema de aceleração drive-by-wire, controle de tração, direção elétrica, embreagem eletrônica, vetor de torque sistema, o sistema ABS e assim por diante.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

Os “sistemas” ds carros de produção em massa completos com computadores e robôs sem alma nas linhas de produção que produzem peças idênticas 24 horas por dia, 7 dias por semana, concentram-se em uma coisa: cumprir as metas e cotas estabelecidas pelos fabricantes de automóveis para maximizar a eficiência e o lucro dos acionistas.

Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)Carros Clássicos,Veículos,Motores,Automóveis (1)

Gostou? Deixe seu comentário